segunda-feira, 8 de novembro de 2010

o diabo mora nos detalhes...como, por exemplo, num bolo-rei!


(a jarrinha da minha cozinha)


Que o diabo mora nos detalhes, já todos nós sabemos!
No Sábado passado, eu e o meu sócio, Fernando, comemorámos 34 anos de casados. Organizámos um churrasquinho, tendo sentido a falta da filha mais nova, actualmente residente em terras escandinavas, (ai, que saudade!). Veio parar cá a casa um bolo-rei, super fresco, com montes de frutas cristalizadas.
Ora, aqui a estouvada, desde que lhe retiraram  dois terços do estômago, que ainda não descobriu como foram lá parar, ficou com intolerância à lactose, e, ingerindo doces, fica muito mal disposta, com vómitos biliares,  precisando de se esticar numa cama, umas duas horitas, acompanhada de uma chávena de uma qualquer tisana, de tília, camomila, cidreira, ou de outra erva que o seu organismo aceite, após o que pode retomar o seu ritmo normal. Mas aquele período do "pós-doce", torna-se bem amargo! Esta situação dura já há mais de 10 anos, de maneira que já teve tempo de sobra para aprender a lição, e, colocar o sinal de proibição de tocar em qualquer doce que veja. Mas, por vezes, não resiste à tentação...é o diabo, demo, mafarrico, belzebu, satanás, chifrudo, ou como lhe queiram chamar, que mora nessas goluseimas, para a tentar, não haja qualquer dúvida...







2 comentários:

Joana de Matos Neves on 14 de novembro de 2010 às 05:24 disse...

Aqui a filha mais nova não te censura. beijinho

Libania Neves on 14 de novembro de 2010 às 14:14 disse...

Obrigada pela tua compreensão...mas eu já tenho idade para ter juízo!
bj

 

Term of Use

conversaqui Copyright © 2009 Flower Garden is Designed by Ipietoon for Tadpole's Notez Flower Image by Dapino