segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Estripador desconhecido, em Portugal


Com a polémica instalada nos últimos dias em torno de homicídios horripilantes, acontecidos há anos e nunca desvendados, em que as vítimas seriam, ao que consta, prostitutas, fiquei pasmada com o local onde habitava uma delas, às portas de Aveiro, onde ainda residem (ou vegetam?) os pais e uma irmã. Apareceu numa reportagem de um canal televisivo e não consigo apagar aquele cenário miserável da minha memória! Para quem não viu e não sabe, assim como eu não sabia, a morada é num casebre sem eletricidade e sem água canalizada, aparentando um dia a dia deveras difícil de ultrapassar. Parece-me que a Assistência Social precisa de passar por ali! É uma situação que nos envergonha a todos, enquanto seres humanos, e afinal estamos no mês no Natal...

2 comentários:

cilinha on 5 de dezembro de 2011 às 13:22 disse...

olá !!!
mas o mais engraçado é que agora ele nega tudo e o filho diz que foi tudo uma brincadeira !!
Mas isto sao coisas para brincar? isto ate parece uma anedota ..

beijinhooo

Joana de Matos Neves on 6 de dezembro de 2011 às 04:17 disse...

Enfim. É um mundo louco e descontrolado. Já pensei em deixar de ler o jornal devido a notícias deste calibre, que infelizmente também existem aqui. Mas ao mesmo tempo é a realidade, e não a podemos ignorar. Resta-nos concentrarmo-nos nas coisas positivas e nas (boas) pessoas que nos rodeiam.
Beijinho

 

Term of Use

conversaqui Copyright © 2009 Flower Garden is Designed by Ipietoon for Tadpole's Notez Flower Image by Dapino